Semana #10: Uma semana cheia de lições de vida!

Aqui em casa a semana começou colorida. Visitei o Direto do Campo logo na segunda-feira e o resultado foi uma gaveta cheinha de saúde e, como disse o maridão, o fogão ganhou um chapéu de Carmen Miranda! Devia ser a minha inspiração do dia da mulher! :)

O tico-tico tem, tem que se alimentar! #CarmenMiranda
O tico-tico tem, tem que se alimentar! #CarmenMiranda

O compromisso com a ginástica foi cumprido com louvor e prazer! Tem sido cada vez mais delicioso acordar às 6h da manhã para me encontrar com aquela galerinha no parque de coqueiros e suar a camisa. Mas a ginástica de sexta-feira  foi especial. Primeiro fui forte em não inventar desculpas para ir mesmo sem a minha companheira, que infelizmente acordou com dor de cabeça. Sob um lindo céu azul, me estiquei para lá, me estiquei para cá e algumas gotas de suor depois a professora nos mandou deitar em nossos colchõezinhos para continuar os exercícios no solo. Nessa hora, o sol bateu forte no meu rosto, me gerando certo incômodo. Continuei com o exercício, tentando me adaptar àquele novo estímulo, quando, de repente, o som dos pássaros encheu os meus ouvidos como uma sinfonia. Deixei de lado a concentração em resistir ao sol e me envolvi com o canto dos pássaros. Quando me dei conta, o incomodo já tinha se tornado um agradável calor que me envolvia com ternura. Lição de vida n°1: Deixe de resistir e acolha, até o incomodo pode se tornar um prazer!

Vivi o dia da mulher e me orgulhei em perceber que cada vez mais pessoas entendem do que se trata essa data. Inclusive, já escrevi sobre isso nessa semana, né? Se não viu, clique aqui! #orgulhodesermulher

Também me dei um novo desafio: usar o ônibus nas terças e quintas. E vou ser bem sincera com vocês, eu estava achando que ia ser fácil, pois tinha feito uns testes nas últimas semanas que foram super bem sucedidos! No primeiro dia de colocar a meta em prática era também minha “última” oportunidade de coletar sangue, pois no dia seguinte eu visitaria a nutri e queria levar os resultados. Então, segui o ritual matinal, só pulei o café da manhã (!), peguei minhas coisinhas e corri para o ponto de ônibus. Alguns minutos depois eu já estava no centro da cidade (o ônibus de Coqueiros são muito ágeis!) e mais umas passadas, no laboratório, pronta para enfrentar o cara de jaleco. Foi rápido, indolor e sem hematomas! Uma raridade. Consultei o BusDroid Floripa (aplicativo para controle dos horários de ônibus que eu recomendo!) e logo eu já teria uma opção. Fui até o ponto, peguei o ônibus, curti o “banco do carona” e antes das 9h eu já estava no trabalho.

Na quinta-feira a realidade não foi assim tão agradável… O dia amanheceu molhado e isso significa: ainda mais trânsito, atraso nos ônibus e janelas fechadas. Esperei, passei calor e ainda sentei exatamente no banco logo atrás da articulação (aquela molinha do meio), na parte do corredor. Isso mesmo! Aquele em que não tem onde segurar! Só existe você, seu abdômen e a paciência do colega de viagem quando você não consegue evitar cair sobre ele. Pois é, às vezes é melhor ficar de pé! Mas no fim, essa viagem que parecia meio desastrosa me deu a lição de vida n°2: Seja sempre paciente com as pessoas que encontra pela vida, mesmo que pareça que elas não estão fazendo a coisa certa. Você não conhece os motivos que levaram as pessoas a fazer o que fazem. Pode ter sido um abdômen fraco!

Mudança de hábito

E para terminar o relato da semana, não poderia deixar de falar sobre a visita à nutri! Comparamos meu último exame, de mais ou menos um ano atrás, e o atual (de 1 dia atrás!) e sabe de uma coisa, eu não estou só ficando mais magra por fora, mas a saúde está dentro de mim também! Tenho alguns índices para melhorar ainda, mas já estou melhor, especialmente, no índice que mais me preocupava: o Gama GT. Esse carinha normalmente fica desregulado em pessoas velhinhas ou que bebem muito. Como nenhum dos dois é o meu caso, significa que meu fígado está com mais gordura do que deveria, o que é muito ruim. Para me ajudar nessa batalha, minha a nutri me deu alguns suplementos que vão ajudar a acelerar a limpeza do meu fígado. Torcendo para não ser amargo, o que eu duvido muito, porque sempre é amargo quando é para o fígado, já notaram? Lição de vida n°3: Às vezes o gosto da mudança é amargo!

Quanto ao peso e às medidas, vocês vão notar que ganhei alguns gramas apesar de as medidas continuaram basicamente as mesmas. Certamente não se trata de massa muscular (!), e como não tive alteração de medidas, aposto na retenção de líquido. Vamos acompanhar!

Peso (kg) Barriga (cm) Cintura (cm) Bumbum (cm) Braço (cm)

Semana #8

70,9

91,0 77,0 106,0

30,5

Semana #9

70,7

89,0 76,0 105,0

30,5

Semana #10

71,2

88,0 77,0 105,0 30,5

E lá se foi mais uma intensa e bem vivida semana. Eu me sinto satisfeita com as minhas escolhas e a cada dia tenho mais certeza que o norte para o qual a minha bússola aponta está correto. Agradeço à vida por ser tão generosa comigo! Espero ter aprendido as lições corretas e me comprometo a praticá-las. E você, quais lições ganhou da vida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.